Campos Altos está inserido na “Onda Roxa” do Plano Minas Consciente do Governo do Estado; saiba quais as restrições para combater o avanço do Coronavírus

0
728
Plano Minas Consciente do Governo do Estado


Em reunião realizada na manhã deste sábado, dia (06/03), ficou definido que a região Triângulo Sul seria inserida na “Onda Roxa” do Governo do Estado de Minas Gerais, que prevê medidas mais restritivas para conter o avanço da contaminação pelo Coronavírus, visando, contudo, reestabelecer a assistência a pacientes com COVID-19 nas referências de internação. Esta é a nova fase do programa Minas Consciente – que avalia a situação do estado e orienta municípios quanto a ações de controle da pandemia – está valendo para os 27 municípios que compõe a região Triângulo Sul e que vêm sofrendo com o aumento das internações por Covid-19.

O Secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, reuniu, no sábado (06/03), com os prefeitos e parlamentares das regiões Triângulo Sul, por videoconferência, para apresentar o cenário epidemiológico das regiões e a decisão de inseri-las na onda roxa. As decisões vão valer por 15 dias para restabelecer o sistema de atendimento as pessoas infectadas pela Covid-19.

Veja abaixo as medidas impostas pela “onda roxa”:

– Funcionamento apenas do serviço essencial (veja abaixo o que é considerado essencial);

– Suspensão de cirurgias eletivas;

– Restrição de circulação de pessoas (só poderão sair de casa para atividades essenciais);

– Toque de recolher das 20h às 5h e aos finais de semana;

– Proibição de pessoas sem máscara em qualquer espaço público ou de uso coletivo, ainda que privado;

– Proibição de circulação de pessoas com sintomas de gripe, a menos que estejam indo para consulta médica;

– Proibição de eventos públicos ou privados;

– Proibição de reuniões presenciais, inclusive entre parentes que não morem na mesma casa;

– Implantação de barreiras sanitárias de vigilância;

– Fechamento de bares e restaurantes (funcionamento apenas por delivery).

São considerados serviços essenciais em Minas:

– Alimentos, Agropecuária e Agroindústria (excluídos bares e restaurantes);

– Serviços de Saúde (atendimento, indústrias, veterinárias, etc);

– Bancos e seguros;

– Transporte público;

– Energia, gás, petróleo, combustíveis e derivados;

– Manutenção de equipamentos e veículos;

– Construção civil;

– Indústrias (apenas da cadeia de Atividades Essenciais);

– Lavanderias;

– Imprensa;

– Serviços de TI, dados, imprensa e comunicação;

– Serviços de interesse público (água, esgoto, funerário, correios etc.).

Fiscalização:

A fiscalização será feita com o apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, em conjunto com os municípios envolvidos. As gestões municipais deverão, por meio de seus órgãos de segurança pública, trânsito e/ou fiscalização, atuar de forma conjunta, visando ao cumprimento das medidas postas.

As medidas passam a valer a partir da publicação por parte do Estado.

Saiba de outras vedações clicando neste link:

http://www.pesquisalegislativa.mg.gov.br/LegislacaoCompleta.aspx?cod=194797&marc=

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.