Cidade de Campos Altos é referência com projeto “Corpo e Mente” voltado para população da terceira idade.

0
668
Equipe realiza atividades em três pontos na cidade de Campos Altos.

A população idosa atualmente é uma classe que desperta grande interesse social e científico, a comunidade científica aponta que, quanto mais ativo se torna um indivíduo, mais benefícios e segurança ele terá na execução de suas atividades diárias a exemplo: levantar-se, vestir-se, tomar banho, sentar ou caminhar. Por meio de atividades que buscam movimentar o corpo os exercícios podem restaurar e preservar a força na terceira idade, contribuindo dessa forma com sua mobilidade nas tarefas diárias. Além disso, estudos apontam que idosos sofrem acidentes domésticos, e o exercício contribui para que estes não ocorram, reduzindo também a taxa de sedentarismo e consequentemente melhorando a qualidade de vida.

Na cidade de Campos Altos existe o Projeto Corpo e Mente, que atende a população em três pontos da cidade, sendo no Bairro Nossa Senhora Aparecida (Vida Bueno), no Barracão ao lado da Igreja Nossa Senhora do Rosário, no Bairro Camposaltinho, no Ginásio Prefeito Geraldo Guimarães e no Bairro Santa Terezinha, no estacionamento do Poliesportivo Dr. Luiz Gonzaga Kalil Abraão. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira das sete as oito da manhã com aferição da pressão arterial e logo em seguida acontece a prática da atividade física com alongamento, dança, trabalho e atividades sem impacto, voltado ao bem-estar do corpo e da mente.

O projeto compõe a Secretaria Municipal de Saúde de Campos Altos, por meio do Setor de Atenção Primária e Educação em Saúde e é coordenado pela Professora Juliana Aparecida, Educadora Física, “Sou Educadora Física voltada a reabilitação e desenvolvimento da terceira idade e praticante e defensora da corrida de rua. Estou a frente deste trabalho pra estar unindo forças com a população que queira participar das atividades voltadas para alongamento, movimentos sem impacto e visando uma melhor qualidade de vida, lembramos que é um programa gratuito oferecido pela prefeitura com atendimento em três polos específicos em cada bairro, para mais informações podem me procurar que ajudarei no que for possível” explica a coordenadora.

O Projeto existe a mais de dez anos e conta com cerca de 50 pessoas. Para participar do projeto é só o cidadão procurar um dos três polos de atendimento, levando o cartão do SUS para realização de um breve cadastro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.