Produtor de Campos Altos é destaque na produção do Queijo Minas Artesanal.

0
2268

Campos Altos se orgulha muito de um filho ilustre: O Senhor Ronaldo Lemos, que com sua família produzem o famoso QMA (Queijo Minas Artesanal) no Município de Campos Altos, a qual faz parte da Microrregião de Araxá. Atualmente o senhor Ronaldo Lemos é cadastrado junto ao IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária), o que significa que o produto é certificado para comercializar em todo estado de Minas Gerais.

O Queijo processado na propriedade do Senhor Ronaldo Lemos é reconhecido e premiado em muitos concursos em que o mesmo participa; A EMATER-MG inclusive ministrou na propriedade do Senhor Ronaldo, para os funcionários e alguns produtores vizinhos que foram convidados, um curso sobre o processo de registro no SISBI POA. Com o SISBI POA o queijo produzido pelo senhor Ronaldo poderá ser comercializado em todo território nacional, abrangendo maiores oportunidades de comercialização, conquistando novos mercados e melhorando a qualidade de vida de sua família, funcionários e da cadeia produtiva do Queijo Minas Artesanal da Microrregião de Araxá, a qual o município de Campos Altos faz parte.

A inauguração da ampliação da queijaria do Senhor Ronaldo Lemos, aconteceu no dia 21/11 e foi um marco no processo de registro no SISBI e na história do produtor e até mesmo na história do município de Campos Altos. O evento aconteceu na propriedade do senhor Ronaldo Lemos e contou com a presença do prefeito Paulo Almeida e alguns de seus secretários e assessores, além da equipe da EMATER-MG Campos Altos, através da Simone da Consolação e do Cleilton Ribeiro e também do Gerente Regional Gustavo Laterza de Deus. O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) de Campos Altos também enviou representantes.

O Processo de registro do produtor Ronaldo Lemos no SISBI POA está em fase de finalização e a EMATER-MG, está auxiliando com a assistência técnica e extensão rural com toda sua equipe de profissionais, coordenadores e equipe do Queijo Minas de Araxá, para atender as exigências burocráticas, legislação e fiscalizações do IMA, para conclusão do processo.

Foi uma imensa alegria para todos os presentes, ver uma história de sucesso e exemplo para outros produtores, pois a luta é enfrentada com muita dificuldade na atividade leiteira, que atualmente está passando por mais uma crise e o processamento, agrega valor ao leite, minimizando os efeitos negativos da citada crise.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.